Soldado francês abre fogo contra homem armado com facão em galeria de arte em Paris

Soldado francês abre fogo contra homem armado com facão em galeria de arte em Paris

 

Do R7, com Ansa e Reuters

Soldados já controlaram a situação nas proximidades do LouvreREUTERS

Um soldado francês disparou contra um homem armado com uma facão que tentou invadir o museu do Louvre, em Paris, carregando uma mala, disseram fontes da polícia.

Segundo informações da polícia local, o terrorista teria gritado as palavras "Allah Akbar" (Alá é grande, em árabe).

O primeiro-ministro francês, Bernard Cazeneuve, disse há pouco que o incidente no Museu do Louvre, em Paris, "aparentemente" é um "ataque de caráter terrorista".

Uma das fontes afirmou que o homem tentava entrar na loja subterrânea do museu e havia atacado outro soldado antes de ser alvejado. A polícia informou que a área foi esvaziada.

Publicidade

O Ministério do Interior informou em publicação no Twitter que o incidente foi "sério".

 

Uma porta-voz do Louvre disse que o museu estava "fechado no momento", mas não confirmou relatos de que o local foi esvaziado.

Europa vive tensão máxima com onda de ataques terroristas

Uma testemunha da Reuters no local disse que a polícia isolou a área de acesso ao museu.

A França foi alvo de uma série de ataques de militantes islâmicos nos últimos dois anos.